quinta-feira, 26 de novembro de 2015

Rock and roll pela areia da praia até ao mar

Foi preciso um incentivo destes para me aventurar nas terras que ficam para sul. Sim, para mim — e eu não consigo salientar isto o suficiente —, o que fica abaixo do Tejo é sul. Neste caso, não me aventurei muito por aí e além. A R. sugeriu fazer-mos uma sessão na praia e eu aceitei, como não podia deixar de ser. Fomos até a uma das praias da Costa da Caparica — aquela bonita com os carris.
Já nem me lembro se houve alguma razão em particular, mas combinamos lá para o final do dia. Estávamos a meio da semana e o verão ainda fazia questão de nos lembrar da sua existência, pelo anoitecer tardio e o calor que derretia até a alma. A verdade, é que o pôr-de-sol de verão é diferente do de inverno. É quente, agradável e acolhedor. Não acreditem na minha palavra, mas vejam a galeria completa com os vossos próprios olhos aqui.