terça-feira, 5 de maio de 2015

Lisboa despida de cor

No outro dia, fui tomar café à baixa pombalina e resolvi finalmente gastar o meu último rolo Fomapan 100 que tinha guardado há alguns meses. Coloquei-o dentro da minha última aquisição: uma Minolta Hi-Matic AF2. O dia estava encoberto e, como já devem saber, adoro esta condição climatérica para fotografar. Mesmo que o filme seja mais tolerante que o digital e tenha um alcance dinâmico bastante superior, consegue também beneficiar da luz difusa que as nuvens providenciam. Vão poder ver por vocês mesmo o quanto, mais em baixo.
De tanto fotografar retratos a digital nos últimos tempos, nem peguei mais no analógico. Não estava a contar com resultados decentes, por não fotografar a cidade e as suas ruas há tanto tempo. Ainda bem que estava errado! É tão bom ver, após revelar o filme, que os tão esperados resultados estão acima das expectativas. Não só fiquei completamente maravilhado com a qualidade da Minolta (que eu já suspeitava ser incrível), gostei imenso das capturas que fiz. Acho que consegui captar a essência de Lisboa. Partilho com vocês a galeria toda aqui.